Robótica e visão hiperespectral para automação de processos na indústria do atum

A INFAIMON colabora num projeto europeu de mais de 1,7 milhões de euros que vai revolucionar a indústria do atum em conserva através da robótica e da visão hiperespectral.

O projecto europeu SpecTUNA é liderado pela associação conserveira ANFACO-CECOPESCA e tem como parceiros a INFAIMON, especialista em visão artificial, o grupo Emenasa Industria y Automatismo, com sede em Vigo, e a conserveira portuguesa La Góndola. O orçamento global ascende a 1.728.336 euros a três anos, dos quais a Comissão Europeia contribui com 65%.

Qual é a missão do SpecTUNA?

O principal objetivo do projeto é melhorar a competitividade do setor atuneiro europeu face aos seus concorrentes, como a Indonésia ou a Tailândia, mas também aumentar a capacidade de controlo da qualidade das conservas. O setor atuneiro europeu é caracterizado pelo seu alto nível de integração vertical, que gera empregos diretos para 20.140 pessoas entre empresas de pesca, fábricas de conservas e retalhistas, além de criar outros 60.660 empregos indiretos. No entanto, este setor é constituído principalmente por PME´s com níveis de automação muito baixos.

O atum enlatado é preparado principalmente por pré-processamento do atum, cozimento e processo de enlatamento. Atualmente, os lombos são extraídos manualmente de pedaços inteiros de atum congelado num processo que envolve o uso de serras industriais com um material congelado, muito volumoso e escorregadio, de alto risco para os operadores. SpecTUNA permite que esses processos sejam automatizados, por sua vez, ajudando a promover a prevenção de riscos laborais na indústria das conservas.

Em que consiste o projeto?

SpecTUNA consiste num sistema modular automatizado com visão artificial e varrimento por laser em 3D para o posicionamento, corte e classificação de atum congelado. A capacidade de processamento estimada é de 180 unidades de atum por hora.

Sistema SpecTUNA

O sistema possui quatro módulos: um braço robótico extrai os atuns inteiros um a um para os transferir para o módulo de corte. Este módulo opera através do InPicker, a solução universal Bin Picking desenvolvida pela INFAIMON. Possui software fácil de configurar e adaptável a qualquer tipo de robot e garra.

módulo InPicker de SpecTUNA

Após a seleção das peças, procede-se ao corte automático da cabeça e cauda, ​​realizando a sua classificação utilizando a tecnologia de visão hiperespectral implementada pela INFAIMON para obter parâmetros biométricos e exercer o controlo de qualidade de cada peça com métodos não destrutivos.

control de calidad del atún

Por fim, as peças são classificadas de acordo com seu volume, peso ou características nutricionais como teor de sal, quantidade de gordura e proteína.

corte y clasificación del atún con imagen hiperespectral

«O novo sistema corta e classifica de forma automatizada o que hoje é feito manualmente. É mais rápido e eficiente, e permite uma análise peça a peça sem ter que destruí-la, pois agora ao fazer o corte no exemplar, este fica reduzido»

Juan Manuel Vieites. Secretário Geral da ANFACO-CECOPESCA

No momento, o projeto está em fase piloto e entrará na próxima fase em 2021 com o objetivo de generalizar e otimizar o sistema para que se adapte às características particulares de cada unidade fabril.

INFAIMON

Quer falar com um especialista?

Oferecemos-lhe soluções inovadoras, suporte técnico e um serviço personalizado para integrar a visão artificial nos seus projetos. Contate-nos!