Hoje entrevistamos Ignacio Peidro, responsável de novo hardware do Departamento de Inovação e Novas Tecnologias da Multiscan Technologies, empresa líder no desenvolvimento e fabrico de equipamentos de visão artificial para a seleção e inspeção de frutas e vegetais.

INFAIMON – Bom dia Ignacio. Podia contar-nos um pouco sobre a atividade da Multiscan Technologies e do seu trabalho no Departamento de Inovação e Novas Tecnologias?

 

IGNACIO PEIDRO – Bom dia, na Multiscan, concebemos, fabricamos, comercializamos e prestamos assistência a máquinas para o setor hortofrutícola com tecnologia de visão artificial, raios X ou combinação de ambas. Somos especialistas em frutas pequenas e redondas (azeitonas, cerejas, tomates, macadâmias, nozes, etc.) e também oferecemos uma ampla gama de soluções de inspeção de produtos com tecnologia de raios X e combinada com visão para o restante setor agroalimentar.

Como responsável de novo hardware do nosso Departamento de Inovação e Novas Tecnologias, tenho a obrigação de estar sempre atualizado com as novas tecnologias que surgem (câmaras e hardware em geral) que possamos aproveitar em soluções que já temos para projetos em vigor ou melhoria de problemas conhecidos nos nossos produtos atuais. Por isso, sou o interlocutor com a INFAIMON na procura de equipamentos que nos possam ajudar. Não procuramos projetos ou equipamentos em desenvolvimento ou investigação. Procuramos equipamentos comerciais já desenvolvidos ou com saída iminente no mercado.

 

INF – Qual acredita ser o nível atual de introdução da indústria 4.0 no setor agroalimentar em Espanha?

 

IP – A Indústria 4.0 já está bem implementada tanto em grandes empresas como nas cooperativas de menor dimensão. Integramos protocolos da Indústria 4.0 nas máquinas que fazemos há já alguns anos. Inclusive muitos anos antes já contávamos com ferramentas mais manuais para a geração de ficheiros e comunicação por meio de sinais ou protocolos básicos para comunicarmos com o resto da linha. Esta é uma tendência crescente no nosso setor, especialmente com o boom do Big Data e tecnologias como o Deep Learning. Para nós é fundamental poder aceder a tudo o que as nossas máquinas fazem, pois não só classificam a fruta, mas também geram um grande volume de informação que é muito útil para o cliente e para nós. Por exemplo, podemos saber onde ocorrem os defeitos, por que ocorrem e a que horas.

INF – Há muito tempo que trabalha em estreita colaboração com a INFAIMON. Como começou sua relação profissional com a INFAIMON?

IP – Sim a nossa relação com a INFAIMON é muito profunda e seguimos caminhos paralelos. Já nos conhecemos desde há muito tempo e crescemos juntos. Para falar a verdade, a relação com a INFAIMON é anterior a mim e estou nesta empresa há 19 anos.

A Multiscan Technologies tem trabalhado com equipamento da INFAIMON desde a sua fundação, há 25 anos. Na verdade, passámos por todos os estágios da tecnologia durante este tempo: no início usávamos câmaras analógicas com frame-grabbers e cabos bastante complicados de montar, daí partimos para as primeiras câmaras digitais e agora estamos a utilizar 5 GigE, Camera Link, etc. A INFAIMON possui uma gama de produtos muito vasta e encontramos sempre o que necessitamos.

Sensor de luz estructurada

INF – Que produtos destacaria no extenso catálogo INFAIMON? Quais as tecnologias que trabalham habitualmente?

 

IP – Em relação aos produtos destacados, eu enumeraria as câmaras JAI porque são um produto diferenciador para nós. Sempre procurámos uma solução multiespectral e a solução que nos oferece estas câmaras com tecnologia de prisma é ideal porque nos permite transferir pixel a pixel a informação multiespectral. Há muitos anos que as usamos com excelentes resultados.

Também destacaria as óticas da Schneider pela mesma razão. O facto de estarem calibradas no NIR permite trabalhar de forma multiespectral como sempre trabalhamos.

Por outro lado, também trabalhamos com tecnologia hiperespectral em laboratório. Temos duas câmaras hiperespectrais Specim FX10 e FX17 para obter amostras e definir os comprimentos de onda de interesse que então adaptamos à máquina a partir das informações fornecidas pela câmara. De momento foi implementado na banda da FX10, mas o nosso próximo passo é começar a trabalhar na banda dos sensores InGaAs e SWIR com base no que obtemos com a FX17.

INF – Explique-nos um pouco sobre EVOOlution, a vossa solução para a monitorização e seleção de azeitonas para lagares de azeite. Qual foi a participação da INFAIMON no desenvolvimento deste produto?

 

IP – EVOOlution é um projeto desenvolvido no âmbito do programa marco Horizonte 2020. Esta solução permite classificar cada azeitona de acordo com o índice de maturidade e a presença de defeito, garantindo a máxima qualidade do azeite virgem extra produzido.

A solução utiliza câmaras INFAIMON 5 GigE que ajudam a selecionar as azeitonas uma a uma para a produção de azeite, com o objetivo de eliminar azeitonas indesejadas e medir vários parâmetros do azeite a produzir. O projeto foi realizado em colaboração com a INFAIMON desde o início, especialmente com a ajuda e aconselhamento do Diretor Comercial Javier Fontanillas. Fizemos diversas modificações ao primeiro protótipo e finalmente decidiu-se usar câmaras Linescan, estávamos muito familiarizados com as câmaras de digitalização linear, que é o tipo de câmara com que funciona este equipamento.

INF – Para terminar, tem alguma situação mais marcante que queira compartilhar connosco?

 

IP – Lembro-me que no início, quando todos tínhamos que fazer um pouco de tudo, o então chefe do departamento técnico da INFAIMON deu-me o seu número de telefone pessoal e sempre me disse que podia ligar a qualquer hora se surgisse algum problema, mesmo se fosse um fim de semana. Estamos a falar do atual Diretor Geral da INFAIMON Toni Ruiz e possivelmente se procurar na minha agenda ainda tenho o seu número. E, a propósito, nunca precisei de lhe ligar no fim de semana.

INFAIMON

Quer falar com um especialista?

Oferecemos-lhe soluções inovadoras, suporte técnico e um serviço personalizado para integrar a visão artificial nos seus projetos. Contate-nos!