Hoje entrevistamos Daniele Severi, Diretor de Tecnologia na Sorma Ibérica S.A., subsidiária espanhola do Grupo Sorma internacional. Desde a sua sede em Puçol (Valência), a multinacional líder na produção de máquinas e embalagens para o sector das frutas e vegetais presta serviço a toda a Península Ibérica.

INFAIMON – Bom dia, Daniele. Explique-nos qual a atividade que a Sorma Ibérica desenvolve e quais são as suas principais funções como Diretor de Tecnologia (CTO).

 

Daniele Severi – Bom Dia. A Sorma Ibérica pertence a um grupo com mais de 4 décadas no setor das embalagens hortofrutícolas. A empresa dedica-se à produção, comercialização e aluguer de máquinas e materiais de embalagem utilizados no sector hortofrutícola.

Como CTO, o meu trabalho diário é gerir os aspetos técnicos dos departamentos de I+D para garantir que estejam alinhados com os objetivos de crescimento da empresa. Também faço a gestão dos recursos assegurando-me que eles estejam direcionados para o desenvolvimento tecnológico, equilibrando as necessidades de longo prazo da empresa com as imediatas.

 

INF – É aí que reside a importância do seu relacionamento comercial com a INFAIMON como parceiro tecnológico. Quando e como esse relacionamento começou?

 

DR – Efetivamente. Em 2014, decidimos expandir a nossa oferta de máquinas e desenvolver um novo sistema ótico de classificação e calibração de frutas sob o nome Sormatech. Desde as primeiras fases do projeto contactamos a INFAIMON para nos ajudar na procura dos diferentes componentes necessários.

A INFAIMON conta com um amplo leque de soluções tecnológicas no seu catálogo e acima de tudo garante uma disponibilidade imediata e um serviço de excelência. Acredito que a flexibilidade e rapidez de resposta da INFAIMON a problemas específicos é o ponto forte que a distingue de outros fornecedores.

 

INF – Fala-nos sobre a plataforma HyperVision que incorpora calibradores óticos Sormatech. Como surgiu o projeto e qual foi o papel da INFAIMON no seu desenvolvimento? Quais foram as suas necessidades e como foram resolvidas?

DS – A nova plataforma de inspeção ótica HyperVision é o resultado do diálogo permanente entre a Sorma e o mercado. Reflete o nosso objetivo de desenvolver projetos que dão resposta a necessidades específicas.

A plataforma ótica HyperVision gera centenas de imagens de cada peça de fruta a 15 frutas/segundo garantindo a eliminação de quase 100% dos defeitos em altíssimos níveis de eficiência e produtividade.

A padronização do processo de classificação possibilitou que os nossos clientes planeassem estratégias de exportação, com total garantia de uma seleção de qualidade constante de frutas e hortaliças ao longo do tempo e no final do processo, o produto que chega aos pontos de venda apresentando-se em condições ideais para favorecer a compra.

O consumidor, ao ver uma ou mais frutas estragadas dentro da embalagem, pode rejeitar a compra, portanto, não se trata apenas de uma questão de mera eficiência produtiva, mas também de uma questão ética. Por meio destas novas tecnologias, o Grupo Sorma demonstra o seu compromisso com o combate ao desperdício de alimentos. Estes resultados também foram obtidos graças à melhoria contínua das tecnologias aplicadas e neste especto a INFAIMON ajudou-nos, proporcionando-nos, após diversos testes conjuntos, o melhor modelo de câmara que correspondeu às nossas necessidades, em termos de desempenho requerido para a nova plataforma HyperVision.

 

sorma group

A plataforma captura e analisa imagens hiperespectrais sobrepostas tanto na região do visível como no NIR, de cada uma das frutas que está em rotação sob o sistema de inspeção. Desta forma, consegue-se a máxima precisão na seleção, que leva em consideração a qualidade interna e externa, a cor e a forma.

Graças à tecnologia adotada, o HyperVision permite descartar frutas que apresentam áreas de maturação excessiva que não são detetáveis com uma observação normal, permitindo que as empresas hortofrutícolas organizem planos de exportação para o mercado internacional com plena garantia de qualidade dos produtos, mesmo depois de vários dias de viagem.

INF – Têm algum outro projeto em mente com a INFAIMON para o futuro?

 

DS – No nosso sector é fundamental ter um olhar projetado para o futuro e para as novas soluções tecnológicas que estamos a investigar e para isso contamos com o apoio da INFAIMON.

INF – Para finalizar, tem e pode partilhar connosco alguma história ou situação engraçada que aconteceu durante estes anos de colaboração com a INFAIMON?

 

DS – Lembro-me de uma situação curiosa neste último ano, muito difícil em que a pandemia nos colocou a todos à prova. Um dos seus colegas da INFAIMON ligou-me da estação central de Valência para me informar que a polícia não o deixava passar, embora fosse uma viagem de trabalho. Tivemos que escrever um convite à pressa para resolver o problema. O apoio da INFAIMON nunca para, nem mesmo nos momentos mais difíceis.

INF – Muito obrigado, Daniele. A satisfação dos nossos clientes é a nossa prioridade e estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Sorma Ibérica.

 

INFAIMON

Quer falar com um especialista?

Oferecemos-lhe soluções inovadoras, suporte técnico e um serviço personalizado para integrar a visão artificial nos seus projetos. Contate-nos!